Abrimos nossas portas para mostrar nosso vínculo com a natureza

Para comemorar a semana do meio ambiente, de 01 a 05 de junho, abrimos nossas portas para mostrar detalhes do processo de fabricação dos revestimentos da Palazzo, um processo que se destaca pela sustentabilidade.


O processo de fabricação de revestimentos cimentícios é um tanto diferente do que as pessoas costumam imaginar. E toda visita à fábrica da Palazzo vem acompanhada de muitas surpresas para quem passa a conhecer o detalhe da produção das peças cimentícias.

E para contar desses bastidores, trouxemos a Carol Nakamura e seu marido, Guilherme Leonel, para conhecer a Palazzo e conferir de perto como são feitas algumas das peças que já estão sendo utilizadas em sua nova casa.

Uma fábrica mais sustentável cercada de natureza

Tudo começa pela própria fábrica, uma área cercada de muito verde onde um jardim bem cuidado e grandes palmeiras chamam a atenção, trazendo para o dia-a-dia da empresa a sua inspiração nos elementos da natureza.

Nesse ambiente rodeado de morros e cachoeiras, o galpão foi projetado para aproveitar o máximo possível da iluminação natural através do telhado translúcido, o que reduz significativamente o consumo de energia elétrica.

Telhado translúcido aproveita a luz natural

As paredes da fábrica também possuem aberturas que propiciam a ventilação de maneira natural, aproveitando fluxos de ar para climatizar o interior da fábrica.

 

Carol Nakamura no Parque fabril da Palazzo Revestimentos, em Corupá/SC

Matérias-primas Naturais

As peças cimentícias são produzidas a partir de cimento e uma infinidade de matérias-primas naturais, como pedras de diferentes cores e granulometrias.
Todos esses componentes devem ser muito bem estudados e testados. Para se chegar a uma fórmula pronta existe muito investimento em pesquisa e desenvolvimento, já que muitos componentes não estão disponíveis no mercado brasileiro, levando a empresa a desenvolver fornecedores fora do Brasil.

O estudo dos componentes da fórmula é demorado, pois busca selecionar os melhores componentes para proporcionar um melhor empacotamento dos agregados. Para compreender melhor esse processo, podemos imaginar um frasco com várias pedras dentro dele, deixando espaço sem preencher entre uma pedra e outra. Esses pequenos vãos podem ser preenchidos com outros componentes de granulometrias diferentes. Dessa forma, busca-se aumentar a resistência do produto final, tornando-o menos poroso, e conferindo um acabamento muito mais nobre.

 

Matérias-primas naturais são usadas nas fórmulas dos revestimentos

 

Produção mais sustentável e utilização consciente de água

No processo de produção de peças cimentícias não ocorre a queima, o que torna o processo mais sustentável por não proporcionar esse impacto ao ambiente. Isso porque os cimentícios são feitos a partir do processo semiartesanal de moldagem, onde as formas são preenchidas com a massa e levadas para uma estufa de temperatura e umidade controladas para o seu processo natural de cura.

Durante a visita, os visitantes fizeram questão de colocar a mão na massa para fabricar o piso Apolo, uma de suas escolhas para a área de lazer de sua residência.

 

Guilherme Leonel e Carol Nakamura na produção de Apolo

Carol também produziu uma peça de Ártemis, uma das escolhas do casal para a sala de estar.

 

Na Palazzo, pelo processo de produção envolver pó e micropartículas, a limpeza rigorosa da área produtiva é essencial. Os equipamentos usados na produção são constantemente lavados, e a responsabilidade com questões ambientais também se reflete em ações como a captação da água da chuva através de um sistema de cisternas. A água utilizada no processo produtivo passa por uma estação de tratamento para ser devolvida ao ambiente livre de partículas que causam turbidez e com seu PH regulado, plenamente de acordo com as normas estabelecidas pelos órgãos governamentais.

Tratamento de água, antes de ser devolvida ao ambiente

Além disso…

Na visita o casal também conferiu de perto outros aspectos da produção dos cimentícios:

Sistema de qualidade com rastreabilidade de cada peça

 

Processo de desmoldagem das placas cimentícias

 

Conheça toda a tecnologia por trás da produção do cimentício nesse artigo.

Nota: para a produção dessa matéria, toda a equipe profissional envolvida foi testada para Covid-19, apresentando atestados de não infecção.

Veja também

Como instalar o revestimento cimentício?

A colocação das peças cimentícias pede atenção a alguns detalhes. Confira o passo a passo para instalar e garantir o melhor acabamento.

Como escolher o revestimento ideal para piscina?

Revestimento cimentício é uma opção que confere vários benefícios para a área da piscina, podendo ser utilizado no piso e nas paredes externas. Confira!

É possível pintar o revestimento cimentício?

Coloração das peças é uma forma de agregar características únicas à paginação