Como instalar cobogós cimentícios?

A instalação dos elementos vazados deve seguir as recomendações técnicas para garantir a qualidade do acabamento e durabilidade das peças.


Os cobogós cimentícios fazem parte dos mais variados projetos, sejam eles residenciais ou corporativos, graças à sua versatilidade e design sofisticado. São peças que oferecem a possibilidade de marcar a divisão de espaços, sem perder visibilidade e iluminação, além de serem uma solução arquitetônica que agrega beleza e personalidade.

Esse potencial aguça a criatividade e permite a diversificação na composição dos espaços, explorando os atributos e diferenciais de cada cobogó cimentício. Quer conhecer mais sobre os modelos disponíveis? Clique aqui para conhecer a nossa linha completa de cobogós.

 

Sala de estar com o revestimento aplicado em uma parede ao fundo

Cobogó Lúmina Èlle por Sopro Arquitetura | Foto: Evandro Becker

A recomendação é contratar um profissional especializado na instalação de cobogós cimentícios. Por isso, sempre que receber produtos Palazzo em sua obra, compartilhe o Manual Técnico com os responsáveis pela execução da instalação de cobogós e revestimentos cimentícios.

Acesse o manual técnico da Palazzo Revestimentos

Antes de começar a instalação é importante conferir a paginação definida para o modelo escolhido e se está adequada para o espaço reservado. Os cobogós não podem ser cortados, por isso as peças devem ser paginadas em sua totalidade.
Comece se certificando que o ambiente está limpo e livre de poeiras para realizar a instalação. Por isso, a recomendação é que a instalação dos cimentícios seja uma das últimas etapas da obra para evitar contato com outros materiais como tintas, cimento, etc.

Veja o passo a passo para instalar seu cobogó cimentício:

Cobogós de Tradicionais – Finestre, Angolo, Edge e Quadri

Para começar, uma dica importante: abra todas as embalagens dos cobogós e misture as peças de diferentes paletes. Como são produtos feitos de maneira artesanal, pode haver uma leve diferença de tons entre as peças. Ao misturá-las, é possível visualizar a mescla de tons antes da aplicação, evitando que no final surjam agrupamentos de peças com tons muito similares. Aproveite e simule a paginação no chão para ter a certeza de que está tudo certo!

Cobogó Quadri por Stach Bordignon Arquitetura | Foto: Deehouse

— Comece a instalação sempre no canto ou extremidade determinada no projeto. Depois de assentar a primeira peça, posicione a última placa na posição final e estique uma linha de nylon para garantir que as demais estarão alinhadas.

— Você deve utilizar argamassa ACIII para a aplicação, deixando um espaçamento entre as peças de 6 a 7mm.

— Com uma espátula, aplique argamassa nas laterais das peças que ficarão em contato com a parede e com o piso, utilizando massa o suficiente para o assentamento e nivelamento dos cobogós. Preencher por completo a junta de assentamento.

— É necessário virar as peças para que a argamassa se espalhe por toda a espessura delas e verificar o nivelamento com nível de bolha ou laser.

— Caso escorra argamassa pelas juntas, remova o excesso com uma esponja úmida.

— A cada fileira instalada, verifique se as peças estão perfeitamente niveladas. Todas devem ser assentadas com colagem dupla, ou seja, ambas as peças devem receber argamassa, estando elas na posição inferior ou superior, para criar aderência e não deixar espaços vazios.

— Não é recomendado fazer a instalação de todas as peças de uma vez só. A indicação é deixar um dia de intervalo a cada duas fileiras de peças assentadas, respeitando o tempo de cura inicial da argamassa colante.

 

 

Atenção: para áreas com altura e/ou largura superior a 5 metros ou acima de 7 metros quadrados de superfície é preciso realizar o travamento horizontal e vertical a cada duas peças, com vergalhões de 3/8 (10 mm) de espessura. Para medidas inferiores, deve-se utilizar vergalhões de 1⁄4 (6,3mm) de espessura. É recomendado que seja colocado vergalhão nas extremidades para travamento e melhor estruturação na finalização.

Os vergalhões devem estar fixados nas extremidades do local de assentamento, tanto na  parede quanto no chão, onde serão posicionadas as peças, de forma a garantir que a estrutura esteja completamente segura e bem firme.

Cobogós Translúcidos – Linha Lúmina

Alguns modelos têm padrão de desenho igual nos dois lados, como o Dots e Cross, assim não haverá variação na paginação. Já as peças como o Easy e o Élle podem sim ser paginados de diferentes formas. Nestes casos você pode simular a paginação no chão antes de começar a instalar assentar as peças.

Cobogó Translúcido Lúmina Dots

Cobogós slim – Arbo, Aresta e Trama

Alguns produtos de menor espessura, como Aresta, Arbo e Trama, precisam de mais um passo na hora da instalação. Eles são cobogós slim que utilizam a nossa tecnologia Ultratec, que confere altíssima resistência, são mais finos e por essa razão, não são autoportantes. Por isso, é preciso pensar na sustentação da estrutura para garantir a segurança e qualidade final da paginação. Confira abaixo mais orientações:

— Siga os mesmos passos de conferência da paginação antes da instalação, além da mistura de peças de diferentes paletes.

— A recomendação é utilizar um perfil horizontal a cada três peças assentadas ou a cada 3 metros, com objetivo de garantir a sustentação das peças inferiores.

— É importante que o perfil “abrace” a peça em 2 centímetros.

— A altura máxima de apoio sem perfil é de 3 metros.

E se o painel não tiver suporte lateral ou superior?

Nestes casos, será necessário fazer uma moldura em volta do painel e uma base para puxar os vergalhões na posição vertical, dando a ele uma fixação mais estável e segura.

 

 

Como revestimento cimentício

Caso opte por utilizar o cobogó como um revestimento, ou seja, aderindo as peças sobre uma parede, basta seguir as especificações do assentamento de revestimentos. Clique aqui para ler. 

É preciso aplicar o rejunte no cobogó?

O rejuntamento dos cobogós é algo opcional, mas é recomendado que ele seja feito em áreas externas. É necessário aguardar 48 horas após a instalação para aplicar o rejunte.

Para isso, você deve utilizar rejunte aditivado flexível tipo II (tipo interno e externo), sempre seguindo instruções do fabricante para o preparo.

Na hora de aplicar o rejunte, a orientação é utilizar uma bisnaga, evitando sujar a superfície das peças. Aguarde de 15 a 30 minutos após a aplicação para  remover o excesso e limpe com uma esponja macia e úmida. Depois, borrife água limpa para conservar a umidade nas juntas.

Área externa da casa, com uma piscina e espreguiçadeiras, o cobogó Void é usado para separar a piscina de outras áreas da casa.

Cobogó Void

Seguindo as etapas mencionadas, você vai se certificar que a instalação ocorra de maneira correta e que o resultado final seja aquele projetado para o ambiente com acabamento sofisticado e peças duráveis.

Que tal conhecer mais sobre os cobogós cimentícios da Palazzo? Clique aqui para acessar a galeria de produtos. 

Veja também

Texturas em alta: conheça três tendências na arquitetura

Revestimentos cimentícios com superfícies texturizadas, como as rústicas, as de madeira e as de pedras, se destacam em ambientes contemporâneos e versáteis.

6 revestimentos para ambientes corporativos

Descubra opções de cimentícios que podem transformar espaços corporativos, como escritórios, clínicas e salas de reuniões.

Novo Apolo: a evolução na linha de revestimento para áreas de piscina

Com uma nova formulação, a linha de revestimentos que proporciona conforto térmico para áreas de piscina trouxe também um novo acabamento e uma nova cor. Confira.